Seja sal da Terra! Misture-se! Ocupe os espaços!

Author: Nenhum comentário Share:

Queridos, que a Graça e a Paz de Cristo esteja com todos

Quero refletir um pouco sobre Mateus 5:13
“Vocês são o sal da terra. Mas, se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens…”

Desde a revolução francesa, muitas ideias estranhas surgiram no mundo. Muitas mesmo! E muitas outras tentaram e ainda tentam se misturar e influenciar a igreja de Cristo e trazer o “mundo” pra dentro do tabernáculo de Deus.  E sempre que nos deparamos com isso, ficamos na defensiva, ou até dizemos que tais acontecimentos são sinais (e eu acredito que sejam também) mas lá no sermão da montanha, Jesus nos ensinou como se portar diante disso que viria. Devemos nós ocuparmos os espaços e jamais sermos complacentes e assistir passivamente que as ideias estranhas os ocupem!

O sal é o principal tempero que usamos, podemos usar coentro, tempero baiano, salsa, mas o que seria do gaúcho sem o sal no churrasco? E o matuto do sertão, como prepararia a carne de sol? Mas o sal de nada adianta se ele não se misturar e tomar a carne ou seja qual for seu uso.

Convido-nos a refletir: Estamos sendo sal da terra? Ou a quantidade desse sal pouco é percebida e pisada como poeira, como disse Jesus?
É necessário que o povo de Deus, tome pra si toda consciência da liberdade que temos em Cristo e passemos a ocupar espaços na cultura, nos meios docentes, na ocupação profissional, nas artes e no lidar do dia a dia. Sem esteriótipos agudos, sem imposições, mas apenas com sutilezas e doses daquilo que Jesus nos ensinou,  e assim, com nossas ações, deixar emanar de nós a graça que nos foi concedida pelo sangue da cruz.

Que o nosso sal tenha sempre o paladar que faça a diferença no sabores dessa terra. Onde tocar  a música com letras de lascívia, haja uma bom cântico de louvor, onde houver a vulgaridade de comportamento, haja o pudor e o exemplo de compostura.
É urgente que o povo de Deus ocupe os espaços na sociedade.

No amor de Deus, deixo-lhes a paz do Senhor.

Previous Article

Coreia do Norte convida papa Francisco para visita oficial

Next Article

O Cristão e as Eleições

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *